Creative Commons License
O conteúdo deste blog está licenciado sob uma Licença Creative Commons.

quarta-feira, 21 de novembro de 2007

Andam... ou andaram a fazer uma triste figura?

Não me considero bom escritor! Não acho que escreva mal, mas sei que não sou um exemplo maior na escrita. Talvez para alguns, mas isso é-me irrelevante.

Gosto de escrever, admito. Mais que escrever, gosto de comunicar e trocar impressões, debater assuntos. Discutir de forma mordaz.

Acima de tudo, adoro o uso de bom português. Respiro a escrita correcta e faço um esforço para que não tenha surpresas infelizes naquilo que escrevo.

Por outras palavras. Tenho orgulho na língua portuguesa.

 

Posto isto, prossigo: sempre evitei expor-me numa perspectiva opinativa político-social. Embora seja amante da discussão e temas com base em política me sejam particularmente saborosos debater, nunca tive vontade expressa de o fazer aqui, no meu blog.

Mas este assunto tem tudo a ver e resulta numa promoção do artigo e, em última análise, do que está em causa.

 

Não quero dramatizar, mas se fosse poeta diria que temo pela amputação da minha alma.

Cada vez que oiço falar sobre o acordo ortográfico de 1990, a comichão que sinto ferir o orgulho não me é indiferente. Não quero discutir se o acordo é legítimo ou não, se é uma consequência evolutiva, ou se prestigia ou não a língua.

Apenas, quero, manifestar o meu pesar.

Porque não me sinto confortável, porque não é a mesma coisa que mudar de moeda ou aceitar uma constituição Europeia. Simplesmente quero manifestar o meu pesar.

O artigo, que me levou a escrever este post, é da autoria do Dr. Vasco Graça Moura, publicado no DN de 21 de Novembro de 2007 – e pode ser lido aqui. É só mais um, eu sei! Mas talvez o “só” seja facultativo. E em boa verdade o acordo coloca em causa muito mais que uma questão de estética, cultura ou elo emocional às palavras. Coloca em causa a língua Portuguesa. A sua escrita e a sua dicção.

Lamentável.

10 comentários:

Alura disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
AlfmaniaK disse...

Alura
Obrigado pelo comentário e pela publicidade desnecessária... enfim!

PONTO COM NÓ disse...

Pois, nem todos tem o dom da escrita...
Eu tambem gosto embora não tenha a sua "arte"
E muito bem,blog nota 10 ...

AlfmaniaK disse...

PONTO COM NÓ
Obrigado pela visita e pela classificação!
Volte mais vezes :)

Angel disse...

Sou uma das defensoras do bem escrever e bem falar e considero que este acordo ortográfico é de facto lamentável. Andam mesmo a fazer uma triste figura...Querem operar mudanças à força e como tal fazem-no de forma desordenada e muito pouco responsável...

cigana disse...

Eu gosto imenso da tua forma de escrever e de argumentar.
Não vale a pena dizer que és um homem com H porque depois passas a ser apenas um omem com O, já que todas as letras mudas são abolidas...
Embora teoricamente a língua seja a mesma, se temos vocabulário diferente e pronúncia diferente, não percebo porque é que somos obrigados a chegar a um acordo de grafia em que Portugal é que cede em quase tudo.
Bom post, estamos em harmonia. Ou em armonia?...

Crestfallen disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Crestfallen disse...

Crestfallen disse...
O que é que interessa esses acordos? Já passaram 18 anos do acordo de 1990 e ele não foi implementado.

Quem dicide como se escreve é quem escreve e não os politicos incultos que decidem estes acordos.

Quantos escritores trocaram:

ação por acção?
didático por didáctico?
direção por direcção?
elétrico por eléctrico?
ótimo por óptimo?

Se após 18 anos, pouco ou nada mudou, pouco ou nada irá mudar com o novo acordo. Não cabe na cabeça de ninguém escrever "é um fato que gosto da cor deste fato".

Os acordos, são só para "mostrar trabalho", uma necessidade de governante idiotas que apesar de assassinarema língua Portuguesa quando abrem a boca, invocam o lema de "salvaguardar a nossa língua".

charroco disse...

Ando a visitar os piaçabeiros e a desejar a continuação de boas festas .

NETMITO disse...

Cada um escreve o melhor que sabe.
Mais nada!

LÍMPIDA A VIDA FLORESCE NA TUA VOZ. A LUZ DOS TEUS OLHOS ACALENTA A VIDA. NASCE DO QUE SENTES, NASCE,VIVE EM TI. PURA A BOCA AQUECE. TODA A MAGIA DURA UMA ETERNIDADE...

E eu escrevo assim eheh!;)